Ubuntu em discos SATA

24 05 2007

Este artigo do Peopleware já me ajudou a instalar o Ubuntu na máquina de um amigo que possui um disco SATA. Sabia que para instalar o XP precisava de uma disquete para reconhecer o disco SATA mas no Ubuntu não é necessário nada disso, basta apenas seguir uns pequenos passos.. ei-los:

Fonte: www.pplware.com

“Vítor, sou um leitor assíduo do pplware e já reparei que das umas boas ajudas. Estou a tentar instalar um sistema operativo linux (já tentei várias distribuições) num disco SATA, mas deparo-me sempre com o mesmo problema o SO não detecta o disco SATA.
Será que me podes dar uma ajuda???
Hugo” 

Caro Hugo, daqui quem te escreve não é o Vitor, mas sim o Pedro. Não vais notar muita diferença pois trocaste um cromo por outro igual ou pior. Não é normal existirem problemas desses nas instalações de linux. Por norma as diferentes distribuições vêm preparadas para detectar os discos (e restante hardware) e instalar em qualquer tipo de discos. Mas como sempre não acredito em sistemas perfeitos. E para subverter os dogmas cá estão os utilizadores. Mas deixemo-nos de contemplações pseudo-filosoficas e passemos à questão que colocaste. Vou ser sincero, nunca me tinha aparecido tal dúvida. É como te disse, ou é com RAID, ou sem, mas é criar as partições em cima do que o linux detectar na instalação.

 

Mas resolvi investigar um pouco no google, de onde se consegue tirar quase tudo, e consegui reunir alguma informação que espero ser útil.

Em primeiro lugar deves escolher uma distribuição recente e com suporte anunciado para SATA. O exemplo que vou dar abaixo funciona em Ubuntu, mas penso que deverá ser possível “estender” esta receita a outras distribuições.

Em primeiro lugar mete um live cd (Ubuntu naturalmente) e numa shell executa o seguinte comando:
sudo fdisk -l
Algures no resultado deves ter uma linha referente ao SDA (disco SATA).

Exemplo:
Disk /dev/sda: 203.9 GB, 203928109056 bytes255 heads, 63 sectors/track, 24792 cylinders

Units = cylinders of 16065 * 512 = 8225280 bytes

Device Boot Start End Blocks Id System

/dev/sda1 * 1 5099 40957686 7 HPFS/NTFS

/dev/sda2 5100 6315 9767520 93 Amoeba

/dev/sda3 6316 6923 4883760 83 Linux

/dev/sda4 6924 24792 143532742+ 5 Extended

/dev/sda5 6924 7531 4883728+ 83 Linux

/dev/sda6 7532 8139 4883728+ 83 Linux

/dev/sda7 8140 8747 4883728+ 83 Linux

/dev/sda8 8748 9355 4883728+ 83 Linux

/dev/sda9 9356 9963 4883728+ 83 Linux

/dev/sda10 9964 10571 4883728+ 83 Linux

/dev/sda11 10572 11179 4883728+ a9 NetBSD

/dev/sda12 11180 11787 4883728+ 83 Linux

/dev/sda13 * 11788 12395 4883728+ 83 Linux

/dev/sda14 12396 23916 92542401 1c Hidden W95 FAT32 (LBA)

/dev/sda15 23917 24792 7036438+ 83 Linux
_______________________________
Caso apenas te apareça informação referente a HDA então o teu disco não é reconhecido pelo Ubuntu. Nesse caso então deves fazer o seguinte:

Reinicias o Ubuntu e no arranque, onde decides o que fazer, carregas na tecla F6, para adicionares à linha de boot o seguinte parâmetro: pci=nomsi ao final da linha.

 

É aqui que a magia acontece. Após isto o Ubuntu arranca e podes proceder à instalação sem problemas.

 

No final dessa instalação é necessário adicionar de forma permanente o pci=nomsi ao arranque do Ubuntu. Para isso deves fazer o seguinte:
sudo gedit /boot/grub/menu.lst
Metes a password de root que definiste e será aberto um ficheiro para edição. Atenção ao que é adicionado/removido deste ficheiro pois é aqui que são feitas a definições de boot e em caso de asneira, adeus Ubuntu (pelo menos essa instalação).

 

Deves procurar uma linha com o seguinte:
kernel /boot/vmlinux-2.16.17.10-generic root=/dev/sda1 ro quiet splash
(ou algo parecido) e adiciona pci-nomsi ao final da linha. Deverá ficar algo como:
kernel /boot/vmlinux- 2.16.17.10-generic root=/dev/sda1 ro quiet splash pci=nomsi
Grava e está pronto. Da próxima vez que o Ubuntu for iniciado já vem com a magia feita.

Parte desta informação foi recolhida daqui e a restante daqui

Voltando um pouco atrás. Caso o teu disco SATA não seja reconhecido desta forma então prevejo-te sérios problemas, mas não te quero alarmar. Quase tudo tem solução e ainda para mais neste nosso meio.

Caros leitores, depois deste longo texto e desta possível solução, fica aberta a “via” para que contribuam com as vossas experiências. Já passaram por isto? Como o resolveram? Links, imagens e tudo o que possa ajudar o Hugo (e todos os outros Hugos que têm problemas) serão bem vindos!

Aguardo as vossas opiniões e dicas.

Obrigado.

Pedro Simões

 Fonte: http://www.pplware.com

Anúncios

Acções

Information

3 responses

24 05 2007
menonita

it is a good site. my block is
http://paperwithoutme.blogspot.com/
if u want to look : )

25 05 2007
Kiev

Very nice site!

Usualy i don’t pay much attention to Art but i liked yout page.

http://kievrdm.blogspot.com

25 05 2007
BearGuy

Hey! Futuramente (talvez mais cedo do que imagino) vou ter que instalar um HD novo aqui, e como está difícil de achar HD’s IDE com mais de 80 GB, acho que vou ter que colocar um SATA mesmo.
Esse seu novo post me será MUITO útil!
Parabéns e muito obrigado!
Abs
BG
PS: Deixei um novo coment no post de ontem sobre uma “pequena dúvida”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: